Política

A crise, antes de coletiva, é individual

Estamos em um momento complicado, é inegável.

Mas não podemos responsabilizar o todo, antes de responsabilizarmos a nós mesmos.

Todas as falhas (éticas, morais, profissionais, administrativas,…) que diariamente ocorrem são reflexos das nossas falhas individuais.

Reclamamos dos políticos, do juiz, do promotor, dos policiais, dentre outros, mas quando estamos em situações parecidas com as quais reclamamos não pensamos meia vez para agir do mesmo modo deles.

Somos os primeiros a reclamar dos auxílios (paletó, moradia, creche,…) concedidos a algumas pessoas, mas se fôssemos nós a ganhar não rejeitaríamos a verba.

Crucificamos o “apadrinhamento”, só que basta um parente assumir um determinado cargo que corremos para pedir uma “boquinha”.

Sem falar de outros atos que já se tornaram banais e justificáveis, como a infidelidade conjugal; o desrespeito às normas de trânsito; o troco que foi dado em valor maior e não foi devolvido; o preconceito; a intolerância; e outros.

Ou seja, o problema não está neles, o problema está em nós mesmos.

Nesse sentido, li algo hoje que nos dá algumas dicas para que possamos melhorar e, consequentemente, reverter todo esse quadro crítico, tais como:

“Na crise econômica, aprendamos a viver com mais simplicidade.

Na crise da solidão, aprendamos a ser mais solidários.

Na crise ética, tenhamos posturas mais justas.

Na crise do preconceito, aprendamos a respeitar mais os irmãos que pensam diferente de nós.

Na crise espiritual, fiquemos mais perto de Deus pela fé e oração.

Na crise do ressentimento, perdoemos um pouco mais.

Na crise da saúde, guardemos mais equilíbrio em nossas atitudes.

Na crise do amor, deixemos o nosso coração falar mais alto do que o egoísmo.

Momento de crise é momento de um passo adiante.

[…].

A crise pede avanço. E se a crise chegou para cada um de nós, é hora de levantar, mudar e seguir em frente na construção de um novo tempo […].”

Logo, temos que mudar a nós mesmos!


Gostou do texto? Curta! Basta clicar na estrela que está abaixo do post.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou.

Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Ah! Segue o blog, né?! Sem falar de cadastrar o seu email para receber as nossas atualizações sempre que novos textos forem postados. Basta ir no final da página inicial, clicando aqui, e seguir o passo a passo. É fácil e assim você não perde nenhum post.

Um grande abraço!

Anúncios

3 replies »

  1. Republicou isso em – Para Mudar Paradigmas –e comentado:

    Hoje estou em um momento de reflexão sobre a vida e sobre o mundo.

    Por isso, a ideia compartilhada hoje é no sentido de que a mudança necessária para a nossa evolução deve partir de nós mesmos, do nosso íntimo, fazendo com que seja do interior para o exterior, e não esperar que o mundo mude para, assim, você também mudar.

    Afinal, a crise, antes de coletiva, é individual!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s