Seja você a mudança: dê bons exemplos

Um dia desses eu vi uma propaganda do Detran/ES sobre a necessidade dos pais darem bons exemplos aos filhos.

Essa campanha, salvo engano, era formada por três cenas. Nelas, pais, junto de seus filhos, em determinados momentos tinham atitudes que eram totalmente contrárias ao que eles mesmos tinham dito para os seus filhos.

Ou seja, na teoria (naquilo que era repassado às crianças como sendo correto) era uma coisa, mas na prática (na hora crucial de dar exemplos positivos) não aplicavam nada daquilo que tinham repassado às crianças.

Em uma dessas cenas, uma mulher dirigia o carro e sua filha estava no banco de trás. Quando elas vão passar por uma faixa de pedestres, com alguém prestes a atravessar, ao invés de parar, permitindo a travessia, a mãe passa direto, sem respeitar o pedestre.

Após, a atenção da cena é voltada para a criança, momento em que ela pensa algo do tipo: “Estranho, mamãe tinha me dito que o certo era parar na faixa de pedestres, mas ela não fez isso.”.

Em uma outra cena, acho que na saída do colégio, novamente um adulto com uma criança, de mãos dadas, cerca de cinco metros da faixa de pedestres. Todavia, o adulto, ao invés de atravessar corretamente na faixa, puxa a criança, forçando uma travessia fora da faixa.

Novamente, focam na criança e ela pensa alguma coisa tipo assim: “Ué, ele tinha me dito que o certo era sempre atravessar na faixa, com segurança, mas não foi isso que ele fez.”.


Por enquanto eu ainda não consegui localizar o link desse vídeo para compartilhar com vocês, mas assim que conseguir atualizarei esse texto, já com o vídeo.


Essa campanha, apesar de parecer simples, é de uma profundidade muito grande.

sfcasfcas
Imagem

Quantas vezes você falou para o seu filho que determinada atitude era certa ou errada e fez o contrário na frente dele, às vezes logo em seguida de ter dito?

Quantas vezes você já disse para o seu filho que beber ou fumar era errado, mas se esqueceu que estava com uma latinha de cerveja ou um cigarro aceso na mão?

Quantas vezes você disse para o seu filho que ele tinha que respeitar os outros, principalmente os mais velhos, os pais, os avós, etc, mas você mesmo nem fala com os seus pais ou, em uma fila, logo reclama da preferência dada aos idosos?

Reclama do motorista da frente, mas faz manobra sem dar seta, ou anda em altíssima velocidade.

Adora dizer que nossas “autoridades” são corruptas, mas leva materiais (principalmente de escritório – caneta, marca texto, borracha, …) do seu serviço para casa.

Reclama da falta de água, mas é o primeiro a jogar bituca de cigarro na rua, na praia, no mato; a jogar lixo no chão; a desmatar; …

Enfim, se for para ficar falando cada situação que falamos, mas não fazemos, tipo “faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço!”, esse texto não terá fim.

A conclusão disso tudo: mude você!

Se torne aquela pessoa que você quer que o outro seja. Mostre para o seu filho, seu vizinho, seu colega de trabalho, …,  que as boas condutas existem, mas não deixe-o pensar que são apenas teoria. Faça-o entender que elas devem ser aplicadas, se tornar a prática.

Existe algo melhor do que o seu exemplo para mostrar o que é certo?


Gostou do texto? Curta! Basta clicar na estrela que está abaixo do post.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou.

Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Ah! Segue o blog, né?! Sem falar de cadastrar o seu email para receber as nossas atualizações sempre que novos textos forem postados. Basta ir no final da página inicial, clicando aqui, e seguir o passo a passo. É fácil e assim você não perde nenhum post.

Um grande abraço!

Anúncios

One comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s