Audiências de Custódia

Os dados do sistema prisional e da violência no Brasil: quem está preso, quem é vítima de homicídio?

Não é muito legal falar sobre violência, mas só é possível encontrar a solução de um problema se falarmos sobre ele, ou melhor, se entendermos o cenário, principalmente do sistema prisional.

Nesse sentido, tentarei trazer nesse texto alguns dados voltados para o nosso sistema prisional, bem como sobre as vítimas de homicídio no país, os quais, já adianto, não são nada agradáveis.

Dados do IBGE apontam que a população brasileira é de 205.305.288 habitantes.

De todas essas pessoas, 715.655 estão presas. Isso significa que a cada 100 mil habitantes, temos cerca de 350 presos.

Toda essa população carcerária faz com que o custo do sistema prisional seja de R$ 1,8 bilhão mensal.

No ES, por exemplo, são 18.371 internos para uma população de 3.929.911 pessoas, o que resulta em uma taxa de 468 pessoas presas para cada 100 mil habitantes.

Se temos quase 20 mil presos no ES, as vagas são apenas 13.784, fazendo com que a taxa de ocupação dos presídios capixabas esteja em 135,70%.

Somente na Grande Vitória existem 11.844 presos (64,47%), ao passo que no interior do Estado são 6.527 internos (35,53%).

A maioria dos internos se autodeclaram negros e pardos, não completaram o ensino fundamental, são solteiros e possuem entre 18 e 34 anos.

De todos os presos do Estado, 2.536 exercem algum tipo de atividade laboral.

Já o tráfico de drogas é o principal motivo para a entrada de pessoas no sistema prisional.

Com relação à audiência de custódia, em apenas cinco meses de funcionamento, já foram concedidos 1,4 mil alvarás de soltura.

f016bd_ce86d9666ee6482ba6740a4401fca82a

No que se refere aos dados da violência brasileira, as notícias não são nada melhores.

Tivemos, em 2014, 58.559 mortes intencionais violentas no Brasil, o equivalente a 28 pessoas mortas para cada 100 mil habitantes.

Ou cerca de 160 mortes por dia.

homicidios

De todos os homicídios no mundo, 11% ocorrem aqui no país, que tem menos de 3% da população mundial.

A nossa Polícia, entre 2009 e 2013, matou 11.197 pessoas, o mesmo que 2.239 por ano, um pouco mais de 06 pessoas por dia.

Já os Policiais mortos (entre 2009 e 2013) totalizaram 1.770, 490 só em 2013.

Quanto ao perfil das pessoas vítimas de homicídio no Brasil, enquanto a somatória de pretos e pardos representa 50,7% da população brasileira, esse mesmo grupo, em 2013, representou 72% das vítimas de homicídio no país.

Já entre brancos e amarelos, o índice foi de 26%.

Por fim, a taxa de jovens negros vitimados é de 79,4 por cada 100 mil habitantes. Nas regiões Nordeste e Norte, os negros representaram 83,3% das vitimas com idade entre 15 e 29 anos em 2013.

Após escrever esse texto e muito pensar nos dados que ele nos mostra, fico a pensar: o que temos que fazer, individualmente, para ajudar a mudar tudo isso?


Gostou do texto? Curta! Basta clicar na estrela que está abaixo do post.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou.

Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Ah! Segue o blog, né?! Sem falar de cadastrar o seu email para receber as nossas atualizações sempre que novos textos forem postados. Basta ir no final da página inicial, clicando aqui, e seguir o passo a passo. É fácil e assim você não perde nenhum post.

Um grande abraço!

2 replies »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s