O dia depois do impeachment

Enquanto escrevo esse texto, assisto a votação da Câmara sobre a aprovação ou não do relatório do processo de impeachment.

Além de estar abismado com a qualidade de nossos deputados federais, os quais demonstram nitidamente um interesse pessoal na votação e em seus mandatos (“pelos MEUS filhos, MINHA esposa, MINHA família, MEUS amigos, MINHA cidade, MEU Estado, MEU país voto sim/não!”), tive um insight sobre o dia depois do impeachment (se ele acontecer).

Sabe como será o dia depois do impeachment?

Igual ao de hoje.

O Fórum onde eu trabalho continuará com os mesmos problemas. Ainda faltarão servidores, estrutura, recursos, …

A escola pública onde a minha esposa trabalha continuará com falta de professores, de estrutura para tratar os problemas dos alunos, de segurança, de possibilidade de uma boa educação, …

O hospital em que minha mãe trabalha continuará com superlotação, com poucos funcionários para tantos necessitados, com falta de remédios, …

Os ônibus transportarão mais passageiros do que deveriam, cobrando valores que não correspondem ao serviço ofertado.

Então, será que o impeachment será a solução?

Impedindo a presidente resolveremos os problemas?

Basta julgar procedente o impeachment, como numa varinha mágica, e a corrupção acabará?

Acho que temos que mudar MUITA coisa, MUITA mesmo, e não é o que parece que está para acontecer.


Gostou do texto? Curta! Basta clicar na estrela que está abaixo do post.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou.

Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Ah! Segue o blog, né?! Sem falar de cadastrar o seu email para receber as nossas atualizações sempre que novos textos forem postados. Basta ir no final da página inicial, clicando aqui, e seguir o passo a passo. É fácil e assim você não perde nenhum post.

Um grande abraço!

Anúncios

4 comments

  1. Acho que um problema geral que interfere – em todas as nossas decisões, sejam pessoais ou de âmbitos gerais – é o imediatismo. Nós acreditamos que se cruzarmos os caminhos A ou B, já teremos por consequência uma resposta certa C. Se a corrupção é geral, e supostamente trocar a presidente – muito mais numa lógica problema x punição, o que também se repete em problemas como os do sistema carcerário – os problemas serão dissolvidos ou melhor bem quisto. Quando na realidade, tudo persiste. Porque os partidos estão fragmentados, manipulados, nossos representantes nem sempre tão bem escolhidos, a corrupção se estende de várias e várias formas distintas… Acho complexo que nossa sede por um imediatismo impossível nos cegue tanto assim.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Falou tudo!
      Queremos resposta pra amanhã e nos esquecemos do depois de amanhã.
      Tiramos a presidente, sem saber pq, pensando que vamos resolver, mas não mudamos o resto dos cargos. Aí não dá..

      Um grande abraço e obrigado pelo comentário!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Apesar de concordar com Impeachment, achei sua fala extremamente preciosa, nós não podemos parar com o simples impeachment nós temos que continuar lutando pelo nosso país, e não podemos deixar nossa vontade de viver em um país melhor se esvair assim tão rápido!

    Curtido por 1 pessoa

    1. É isso, Carla! Não se trata de ser favorável ou contrário, mas do que isso representa isoladamente.
      Tiraremos a presidente, mas aqueles comédias continuarão no parlamento. Os caras votam pelos netos, pelos filhos, pela esposa, por todos, menos por nós.
      Tenso, mto tenso.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s