Política

No dos outros é refresco

É impressionante, toda punição pro outro é pouco.

Se acontece com o próximo, sem problemas, está tudo certo; mas basta ser com a gente que está tudo errado.

No direito penal é assim.

Pros “bandido” tem que ter tortura, ilegalidade, prisão, morte e tudo mais de pior que existe.

Só que não é para todo bandido, é só para o outro ou para aquele com o qual não nos simpatizamos.

Quando sai na TV que homem bêbado perdeu o controle do veículo, subiu na calçada, atropelou uma senhora, um bebê, um cadeirante e um ceguinho, matando todo mundo, logo queremos o rigor da lei para ele, aquele bêbado inconsequente que foi o responsável por ceifar a vida de tantas pessoas inocentes que apenas estavam esperando o ônibus.

E quando é você que se coloca nessa situação, de dirigir sob efeito de álcool?

Nesse caso não é nada de mais além de ter ingerido um pouco de bebida alcoólica antes de dirigir, “nem deu pra ficar bêbado”, “o acidente não foi por causa da bebida”, “a lei é muito rigorosa, tinha que ter um limite para a ingestão de álcool”.

Se é assim com a gente, imagina no meio político?

cms-image-000527445

Quando a Polícia e o Judiciário caem em cima de alguém da oposição, a situação da risada e acha tudo certo e dentro da legalidade; enquanto a oposição vê ilegalidade em tudo e em todos. Se quem se dá mal é a situação, é a hora da oposição achar que tudo está certo e da situação criticar a atuação.

É muita cara de pau!

A solução para isso tudo é: desejar ao próximo aquilo que desejamos para nós mesmos.

Se não queremos ilegalidade para o nosso lado, não desejemos a ilegalidade para o outro.

Se não queremos que abusos sejam cometidos conosco, não desejemos abusos para com terceiros.

É simples. Só que não conseguimos ver assim.

Ainda insistimos em querer uma maior punição para o outro, mas sequer conseguimos admitir e arcar com o pagamento de multas de trânsito devidamente aplicadas …

Um grande abraço!


Gostou do texto? Curta! Basta clicar na estrela que está abaixo do post.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou.

Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Ah! Segue o blog, né?! Sem falar de cadastrar o seu email para receber as nossas atualizações sempre que novos textos forem postados. Basta ir no final da página inicial e seguir o passo a passo.

Anúncios

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s