Sem categoria

O indivíduo perde a sua condição de ser humano quando está preso?

Enquanto não começamos o ano com textos novos, vale o repost desse texto sobre os direitos no sistema carcerário.

Para Mudar Paradigmas

Costumo escrever textos curtos e pontuais, geralmente voltados para assuntos do cotidiano ou casos jurídicos.

Sei que hoje em dia é difícil arranjar tempo para ler textos grandes e muito complexos. As pessoas preferem informações mais diretas.

Mas dessa vez terei que fugir um pouco da regra, publicando algo mais extenso.

Existem assuntos que não permitem rápidas análises e eu considero esse um tema bem amplo e merecedor de maiores considerações.

Então, vamos ao que interessa: a dignidade humana do preso.


A Constituição da Republica Federativa do Brasil de 1988, até mesmo pelo momento histórico em que surgiu, utilizou a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), bem como tratados e convenções internacionais, para estabelecer, logo em seu primeiro artigo, que a dignidade humana é fundamento do país, sendo dever de todos cumpri-la e resguardá-la.

Assim, pela sua condição de fundamento constitucional, todas as demais normas

Ver o post original 1.822 mais palavras

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s