Mais de 75% respondeu ser a favor da liberação do porte de armas

Em pesquisa realizada aqui no blog, mais de 75% (setenta e cinco por cento) respondeu ser favorável à liberação do porte de arma.

porte

Se pararmos para analisar esse não é um resultado surpreendente. As pessoas, movidas pelo medo e pela insegurança, acreditam que armadas estarão mais protegidas.

Particularmente, acho que andar armado não diminui o risco de ser vítima de um crime, inclusive, acho que aumenta a chance de um crime que seria praticado sem violência real resulte em morte (geralmente da vítima).

Pelo que percebo nos comentários dos textos que publico, as pessoas acreditam que armadas terão chance de se defender e que os criminosos pensarão duas vezes antes de praticar um crime.

Primeiro, quanto à chance de se defender, precisamos entender que a reação a um assalto é questão muito difícil e complexa. Enquanto o assaltante já chega com a arma em punho, disposto a tudo, você provavelmente não estará com a sua arma na mão, de modo a impossibilitar uma imediata reação. Logo, até você sacar e atirar, já foi alvejado, a sua arma e demais ben foram subtraídos.

Lembre-se que quem está disposto a praticar um assalto armado não tem muito a perder.

Sem falar que nunca estamos “preparados” para ser vítima, quase sempre somos pegos de surpresa. Você está no carro e do nada é abordado. Muitas vezes não dura nem um minuto.

Qualquer reação é praticamente mortal.

Outro ponto é que não acredito que quem vá assaltar se preocupará com o fato de a vítima poder estar armada, justamente pelo fato de que quem está no “mundo do crime” está disposto a tudo. Cada assalto é uma chance de “trocar tiro” e eles já vão preparados pra isso.

Interessante, ainda, é o fato de que as pessoas, ao responderem sobre a liberação do porte de arma, disseram que a lei é um absurdo, visto que elas têm o direito de ter uma arma dentro de casa.

O que elas não sabem é que o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03) não impede que tenhamos a posse de uma arma de fogo no interior da residência, o que ela restringe, em tese, é o porte dela fora de casa.

Quer possuir uma arma dentro de casa? Requeira à Polícia Federal. Se preencher os requisitos legais para tanto, provavelmente, lhe será concedido o direito de adquirir, registrar e possuir uma arma legalmente dentro de sua residência.

O tema é polêmico, eu sei, mas o debate tem que ser amplo e, principalmente, temos que entender que a lei por si só não muda nada.


Gostou do texto? Curta! Basta clicar na estrela que está abaixo do post.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou.

Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Ah! Segue o blog, né?! Sem falar de cadastrar o seu email para receber as nossas atualizações sempre que novos textos forem postados, assim como seguir o blog no wordpress, no twitter e no instagram, além de curtir nossa página no facebook.

É fácil e assim você não perde nenhum post.

Anúncios

5 comments

  1. Desculpe-me, mas NÃO É por medo ou insegurança, que se deve avaliar o franco favoritismo do povo, que exige o livre porte de armas. Trata-se SIM, do mais Lídimo direito do ser humano à AUTO DEFESA, de preservação do bem da vida! Manipular este viés de desígnios, deturpando as reais razões, do consenso da população, é pura Má Fé! – É verdade que andar armado, não diminui a chance de ser vítima de um crime, contudo, a chance de ser vítima de crime, NÃO está relacionada, de modo algum, com o fato de você estar armado, ou NÃO! Não se deixe enganar com meras estatísticas usadas contra a realidade fática! – Achar que o “criminoso” é coerente, “que pensa antes de agir”; “que é bonzinho”, que se importa na tomada de decisão de MATAR, É BIZARRO! É ABSURDO! Proibir a “Autodefesa”, proibindo o livre porte de armas, NÃO vai impedi-lo de você vir à ser assassinado, Mas certamente DIMINUIRÁ MUITO o ímpeto dos assassinos. Dificilmente, você será tomado de surpresa absoluta numa ação criminosa, geralmente, todo mundo VÊ antes, o “cenário” se configurando; percebe-se claramente, segundos antes, que você será inevitavelmente assaltado à mão armada. Neste caso, estando armado, antevendo o “sinistro” que está por acontecer, a pessoa armada, deve AGIR de imediato, por pura lógica, tomar a decisão de sacar a arma e fazer visada contra o agressor, pronto para disparar. E recomendo! Verificando que o ladravaz sacou sua arma, MÃO espere, dispare imediatamente contra ele, atire primeiro e para MATAR! Posso afirmar com conhecimento de causa, que em regra, os assaltantes são extremamente COVARDES, não enfrentaram desafios, fugiram imediatamente. Só atiram em quem NÃO pode se defender! O Estatuto do desarmamento Lei 10.826, não proíbe a posse no texto da Lei, todavia, PROIBE na Pratica, exigindo toda sorte de empecilhos custos Aberrantes e impeditivos, tornando a concessão, na prática, NULA. – Advogar essa “benesse” legal é pura MÁ FÉ. – Tem mais, particularmente o Sr. articulista da matéria, operador do Direito, sabe muito bem, que o Judiciário de modo geral, não protege o cidadão comum do roubo, do assassinato e das perdas e danos, efetuados por um ladravaz, que tenha saído do sistema prisional, sob gozo de algum benefício, em pleno cumprimento da “pena”. Do mesmo modo, a Polícia Judiciária, também nada garante ao cidadão. Quem proíbe a autodefesa, por lógica jurídica, AVOCA para si, o dever de proporcionar essa mesma defesa e garanti-la. Todavia, nossa realidade é outra, e adversa. Eu, e 75% da população, NÃO concordamos em DAR ao Estado “falido” o Direito da Tutela de nossas vidas. Nós não confiamos na “Boa Fé” e no poder do Estado!

    Curtir

      1. Os Sentimentos de autodefesa e ou do medo da perda da própria vida, advindo de ato criminoso, são condições análogas, se completam. O próprio Direito Penal, o admite como excludente de ilicitude, inclusive a “força maior e ou “estado de necessidade”. Ignorar esta verdade primordial é de uma incoerência sem par!
        Realmente a questão levantada é complexa. Mas de modo algum, impeditivo de se ver a estrita REALIDADE! Para entendermos melhor o fenômeno. Temos que nos remeter à fatos Históricos, como abaixo enumerados: a ) Todos os povos e pessoas, que um dia foram escravizados, necessariamente, antes de o serem, foram primeiramente DESARMADOS. De outro lado, todos os “Senhores escravocratas” detinham ARMAS, e os subjulgavam com elas; b ) Todos os déspotas “históricos” do passado, que um dia se auto elevaram ao Poder, se utilizaram em algum momento, do armamento detido pelo povo para consolidar sua posição e logo em seguida, desarmaram suas populações sobre o pretexto de que dali em diante, seriam prontamente tutelados e atendidos pelo Estado, com exclusividade ( veja: Rev. Russa; Rev. Chinesa, Rev. Cubana; Nazista Alemã; Venezuelana, etc. ); c ) Comprovadamente todas as Nações e povos altamente ARMADOS (Suíça; EUA; Canadá; Uruguai; Paraguai; etc.), possuem índices de assassinatos (civil) extremamente baixos, MUITO! Mais baixos do que a realidade Brasileira hoje! Vai Ignorar estes fatos?
        Nos tempos do “Velho West” norte Americano, desconsiderando-se totalmente a FICÇÃO cinematográfica que sempre povoou nossa imaginação, possuíam os índices históricos mais baixos de assassinato por armas de fogo da história Norte Americana. Absurdamente incomparáveis com qualquer índice histórico do Brasil, de todos os tempos;
        É impossível a garantia à segurança pública patrocinada pelo estado Brasileiro ontem e hoje. Dizer o contrário é negar a realidade explícita. Denota um viés ideológico de esquerda claramente demagógico, que propõe pura e simples subserviência popular.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s