Propor, apresentar, impetrar, interpor ou opor?

A prática jurídica é cheia de detalhes e para uma atuação bem feita é preciso saber usar corretamente os termos: propor, apresentar, impetrar, interpor e opor.

Propor é o termo utilizado para casos de iniciais.

Apresentar é utilizado para peças como contestação, resposta à acusação, alegações finais, dentre outros.

Impetrar já é o termo correto para os remédios constitucionais, como mandado de segurança, habeas corpus e habeas data.

Interpor é para os casos de recursos que serão analisados pelo Juízo ad quem, como no caso da apelação, por exemplo.

Por fim, opor se utiliza nos casos de recursos apreciados pelo Juízo a quo, sendo os embargos de declaração o mais comum.

Lembre-se que usar o termo correto é importante, principalmente em se tratando de confecção de peças processuais para provas, para que não perca pontos.


Você escreve ou quer começar a escrever textos jurídicos que se enquadram no perfil do blog? Mande um e-mail para pedromaganem@gmail.com e vamos mudar paradigmas!


Gostou do texto? Curta! Basta clicar na estrela que está abaixo do post.

Comente também! Mesmo se não gostou ou não concordou. Para atingir um resultado maior e melhor, o assunto deve ser debatido e as opiniões trocadas.

Ah! Segue o blog, tanto no WordPress, quanto nas redes sociais. Sem falar de cadastrar o seu e-mail para receber as nossas atualizações sempre que novos textos forem postados. Para tanto, basta seguir o passo a passo que está na página inicial. É rápido e fácil e assim você não perde nenhum post.

Um grande abraço!

Anúncios
LEIA TAMBÉM:  Direito para todos! (Só que não)

2 comentários

O que achou do post? Deixe seu comentário aqui: