Como fica a pena de multa no concurso de crimes?

Depois de já analisar os três tipos de concurso de crimes, o concurso material, o concurso formal e o crime continuado, importante falar sobre como será a aplicação da pena de multa no caso do concurso de crimes.

A regra para aplicação da pena de multa, no caso de concurso de crimes, está no artigo 72 do Código Penal, segundo o qual:

No concurso de crimes, as penas de multa são aplicadas distinta e integralmente.

Artigo 72, CP

Assim, se as penas de multa serão aplicadas distinta e integralmente, temos que as multas de cada um dos crimes deverão ser somadas.

Imagine, então, 05 (cinco) crimes de roubo praticados em concurso formal, com a aplicação de 20 dias-multa para cada um dos crimes.

Nesse caso, teremos, ao final, uma pena de multa de 100 (cem) dias-multa, 20 para cada um dos cinco crimes.

Mas essa forma da aplicação da pena ocorrerá em todas as três modalidades de concurso de crimes?

Essa é uma pergunta que possui mais de uma resposta, existindo duas correntes que tratam sobre o tema.

A primeira é no sentido de que a regra do artigo 72, CP, deve ser levada em consideração em qualquer das hipóteses de concurso, seja material, formal ou crime continuado, pois o texto legal não distinguiu as hipóteses de aplicação, encontrando-se, inclusive, topograficamente, após todos os três tipos de concurso.

A segunda corrente, majoritária, defende a impossibilidade de aplicação do referido artigo ao crime continuado, pois, na realidade, se trata de um crime único, inexistindo, portanto, o concurso de crimes.

Esse é o posicionamento que se demonstra mais acertado, pois a teoria adotada para o concurso de crimes é a da ficção, ou seja, de que, ficticiamente, estamos diante de um crime único.

E, estando diante de um crime único, a pena de multa também deverá ser única, com a aplicação do aumento legal (que varia de 1/6 a 2/3).

Inclusive, o STJ já se manifestou nesse sentido o:

Habeas corpus não conhecido, mas, de ofício, reconhecida nulidade do acórdão para afastar a circunstância judicial da conduta social e a aplicação do art. 72 do CP no caso de continuidade delitiva.

HC 132857-DF, 6.a T., rel. Nefi Cordeiro, 09.06.2015, v.u.

Com isso, a regra do artigo 72 do Código Penal, ou seja, a aplicação das penas de multa distinta e integralmente, somente poderá ser levada em consideração nos casos de concurso material e formal de crimes.

Para encerrar, naquele exemplo utilizado anteriormente, dos cinco crimes de roubo, com a pena de 20 dias-multa para cada um deles, caso tenha sido praticado em continuidade delitiva, não podemos falar em 100 dias-multa, mas de 20 dias-multa + 1/3 (pois praticados cinco crimes), totalizando, então, 26 dias-multa.


Quer se aperfeiçoar na prática jurídica ou aprofundar os estudos nos assuntos mais relevantes da área penal?

Acesse a nossa página de cursos, onde poderá verificar todos os cursos que oferecemos e escolher aquele que mais se adapta à sua necessidade (e ao seu bolso).

Inclusive, tem opções de cursos gratuitos, tudo feito para te ajudar a aprimorar o seu conhecimento jurídico.


Siga-nos no Instagram, no Facebook e no Twitter e fique por dentro de vários conteúdos jurídicos voltados para a área penal.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s