A esquerdização de todos os discursos

Um grupo de pessoas conversava sobre política, direitos, ideais, dentre outros assuntos semelhantes. Enquanto uns bradavam que a melhora do país estava no endurecimento das leis penais, com tratamento mais severo a quem comete crimes, alguém diz: – Isso tudo que vocês estão dizendo não resolve o problema, só atua na consequência e não naContinuar lendo “A esquerdização de todos os discursos”

Quem pode responder a um processo criminal?

Hoje, o texto será baseado na pergunta: quem pode responder um processo criminal? Provavelmente, você deve ter respondido: quem pratica o crime. E quem é que pratica crime? De acordo com o Código Penal, “Quem, de qualquer modo, concorre para o crime incide nas penas a este cominadas, na medida de sua culpabilidade.” Que fique claroContinuar lendo “Quem pode responder a um processo criminal?”

O crime e a sua pena

Texto inicialmente publicado no blog Direito em Conserva. Tive a honra de ser convidado para participar desse blog, compartilhando com vocês um pouco de informações sobre o Direito, tentando simplificar uma área cheia de palavras difíceis e conceitos complicados de serem entendidos. Nesse primeiro texto, o objetivo é falar sobre Crime e Pena. Antes deContinuar lendo “O crime e a sua pena”

O pós estupro – como o Estado pode piorar ainda mais a situação

Quanto mais eu leio (ultimamente só tenho lido sobre criminologia) mais eu me insurjo contra o Estado (ou ao que ele atualmente representa) e, consequentemente, a sua capacidade de piorar ainda mais a situação, sendo que nesse texto falarei um pouco do pós estupro e de toda a dificuldade existente no Sistema para que umaContinuar lendo “O pós estupro – como o Estado pode piorar ainda mais a situação”

Quem realmente é o bandido?

Todos viramos “especialistas” em direito penal, política criminal e afins, de modo a apontarmos saídas para o mau momento, quase sempre com o um maior rigorismo penal, mas será que realmente sabemos quem é o bandido? Geralmente, temos a mania de apontar para o outro e dizer que ele, por ter praticado um crime, merece serContinuar lendo “Quem realmente é o bandido?”