Bandido? Chega de rótulos!

Bandido, ladrão, assaltante, traficante, criminoso, …, essas são apenas algumas das várias formas de rotular uma pessoa que é flagrado pratica um ato considerado criminoso. Em todos os lugares, desde os meios de comunicação às conversas informais, mas desde que não se trate de pessoa com boas condições sociais, a notícia da prática de umaContinuar lendo “Bandido? Chega de rótulos!”

O dia a dia no Fórum Criminal – Parte I

Trabalho em um Fórum Criminal, exercendo minhas funções junto a uma magistrada, em uma Vara residual, ou seja, competente pelo julgamento da maioria dos crimes, com exceção dos crimes contra a vida, dos relacionados à violência doméstica e daqueles de pequeno potencial ofensivo (Juizado Especial Criminal). Portanto, o que mais (ou melhor, o que só)Continuar lendo “O dia a dia no Fórum Criminal – Parte I”

Quem agride “bandido” também é “bandido”

Cada vez mais vemos por aí situações em que aqueles intitulados “cidadãos de bem” capturam pessoas suspeitas de praticar crimes e passam a agredi-las. A justificativa é que a sociedade está cansada da insegurança e da injustiça e, por isso, aqueles que a integram passam a agir com as próprias mãos, agredindo aqueles que elesContinuar lendo “Quem agride “bandido” também é “bandido””

Prisão preventiva em crime culposo?

Cabe prisão preventiva em crime culposo? A ideia desse texto veio com a notícia de que um motorista que causou um acidente de trânsito e matou, culposamente, 04 pessoas, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva (clique aqui para ter acesso a notícia). A autuação dele foi pela prática do crime tipificado no artigoContinuar lendo “Prisão preventiva em crime culposo?”

Por que precisamos da Justiça?

Para entender por que precisamos da Justiça, necessário imaginar um mundo perfeito, onde as pessoas, por meio da caridade, do amor, da igualdade e de outras coisas boas, conseguissem resolver os seus problemas e as suas diferenças. Um lugar onde todos os tipos de problemas existentes entre os indivíduos fossem resolvidos por esses próprios indivíduos,Continuar lendo “Por que precisamos da Justiça?”